Sessão de Divulgação sobre Redes Colaborativas de Produção Local no Arquivo Municipal

Decorreu durante a tarde de hoje, dia 26, no auditório do Arquivo Municipal uma sessão de divulgação sobre a temáticas das ” Redes Colaborativas de Produção Local”, cuja organização esteve a cargo da Raia Histórica em parceria com o Município de Mêda.

A iniciativa destinou-se a todos os produtores, artesãos, pequenos negócios onde ouviram o testemunho de José João, produtor de sal da Figueira da Foz (Casa do Sal) que integra a Rede Colaborativa do Mondego.

redes-colaborativas-producao-local-2016-1

As Redes Colaborativas Locais, de Produção e Venda,  são uma forma de  os produtores locais viabilizarem e melhorarem os seus negócios  e assim criarem mais rendimento e emprego.Para os concelhos do interior do país é uma estratégia que contribui para um melhor aproveitamento dos recursos locais, incluindo as suas pequenas empresas.

A Associação Portuguesa para o Desenvolvimento Local (ANIMAR), com o apoio do Acordo de Cooperação estabelecido com o IEFP – Instituto do Emprego e Formação Profissional tem vindo a divulgar estas Redes por todo país com o objetivo de apoiar os empresários, produtores e artesãos locais, que desejem começar a trabalhar segundo este modelo colaborativo. Atualmente as Redes Colaborativas Locais de Produção e Venda estão a funcionar em Coruche, Brotas, no Concelho de Mora, e também na Região Centro com a Rede Colaborativa do Mondego.

 José João apresentou a sua experiência de Rede Colaborativa Local de Produção e Venda que surgiu a partir do seu negócio da Casa do Sal da Figueira da Foz e que se desenvolveu com a  Rede Colaborativa do Mondego.

redes-colaborativas-producao-local-2016-6